imagem blog 02

Descubra 10 fatores de alto impacto na utilização de um sistema jurídico

Descubra 10 fatores

Busque superar as dificuldades na implantação de soluções de automação

Você já participou de alguma implantação de sistema jurídico, e ficou com a certeza que não existiu uma implementação de sucesso? Descobriu que os usuários não estão utilizando com qualidade o sistema? Ou até mesmo, no meio do caminho, os gestores concluíram que o programa de gestão processual não atendia suas expectativas?

Defina meios práticos de superar a resistência

Em mais de 10 anos atuando em projetos de implantação como consultor de tecnologia e gestão da advocacia, encontrei diversos níveis de adversidades, mas em especial a resistência dos colaboradores, durante os processos de implantação de soluções de automação, especialmente de softwares jurídicos, tem sido nosso objeto constante de estudo, escutando sempre, aquela famosa frase, a culpa é do sistema…. Percebi a necessidade real de definirmos meios de como superar a resistência à mudança, encontrada normalmente nos usuários do setor jurídico e em muitos outros ambientes corporativos.

Descubra uma forma de sair da “zona de conforto”

E as razões são diversas. Um dos aspectos mais comuns é que dificilmente percebemos ser tratada de forma clara e direta a resistência à mudança, ou uma forma de sair da chamada “zona de conforto” do usuário e seus líderes.

Entender esse processo dos principais interessados, também é importante.

Software Jurídico

Programe e diminua a ansiedade dos envolvidos alinhando as expectativas

Defina uma trilha a ser percorrida no processo para diminuir a ansiedade e expectativa dos participantes, montar de forma clara um projeto para a implantação é um dos principais elementos de sucesso nessa trilha.

Agora vamos pensar, em como foi feito esse processo em seu escritório ou departamento, pense nesse trajeto. As pessoas interessadas foram apoiadores ou sabotadores do projeto? Conheciam suas responsabilidades no processo da mudança ou só foram levada a ela?

Veja, em uma mudança mais significativa, os indivíduos passam pelo mesmo momento cognitivo passado em perdas de emprego, falecimentos ou em assaltos, por exemplo.

A mudança de status quo, gera a experimentação e vivência da perda, gerando um efeito psicológico exatamente igual ao processo da vivência do luto.Botão de cadastro

Os estágios do luto são aplicáveis a perdas significativas

Em minhas consultorias, presenciamos usuários em diversos estágios da experimentação do luto, a perda da planilha de excel que sempre foi sua salvadora, o medo de ser substituído e não ser mais útil em seu estágio, ou até mesmo quem simplesmente não quer perder “benefícios” que a falta de automação lhe proporcionam.

Sobre os estágios do luto, a psiquiatra Elisabeth Kubler-Ross identificou em sua teoria, a reação psíquica de cada paciente em estado terminal e elaborou as cinco fases do luto, Negação, Raiva, Barganha, Depressão, Aceitação.

O primeiro passo é entendermos que 70% das pessoas terão a reação para a mudança como um luto e que ele é um processo necessário e fundamental para preencher o vazio deixado por qualquer perda significativa não apenas de alguém, mas também de algo importante, tais como: objeto, viagem, emprego, ideia, etc.

Cada integrante daquela equipe passará da sua forma pelos estágios de reação a mudança, uns passarão rapidamente, ou pularão estágios, enquanto que outros não.

Uma vez, atendendo um novo cliente, ouvi uma frase que percorreu praticamente todos os estágios do luto “ah, eu não vou usar a agenda do sistema, eu não posso deixar de usar a minha agenda física, você consegue imprimir a agenda?”

Com o passar da implantação do controle de compromissos via sistema jurídico, o mesmo usuário após perceber que era um caminho sem volta e que não poderia mudar esse trajeto, chegou a aceitação de que nada poderia fazer para evitar a mudança, já que os outros usuários e líderes estavam utilizando devidamente. Após esse momento, ele passou fazer parte do processo ideal de uma implementação de sucesso em parceria com a nossa equipe.

Infográfico Luto

 

Antes de mais nada, foque nas pessoas envolvidas e interessadas no projeto

Com essa visão e conduta, focada nas pessoas, percebo que é compreensível que a implantação de um software jurídico cause uma situação desconfortável para muitos operadores e (surpreendentemente) alguns gestores, que preferem evitar o desconforto da mudança. Porém, na atual conjuntura do mercado, com a intensificação da competitividade, o investimento no “crescimento” do negócio é fundamental.

Crescimento não significa aumento de custos e estrutura

Atualmente, se bem administrado, um negócio de advocacia pode surpreendentemente crescer em geração de demandas e previsão de receitas, com ações rápidas, devidamente direcionadas (com foco) e, preferencialmente, suportadas por um bom processo de automação.

Contudo, antes de qualquer coisa, é preciso entender que mudar é algo que o ser humano sempre tende a evitar, ainda que em vão. Desenvolvemos hábitos, colocamos a vida no automático e, naturalmente, criamos uma “zona de conforto”. E, todas as vezes que temos de sair desse estado, sentimos medo, uma emoção que sinaliza que algo importante pode estar em risco.

Patrocine o projeto, alinhando constantemente as suas expectativas com os participantes e consultores

Até mesmo quando a mudança é boa, tendemos a sentir o chamado “friozinho na barriga”. O que nos assusta e causa insegurança, no entanto, não é somente a mudança em si, mas, sim, o processo de adaptação a essa mudança, denominado transição, que é algo interno.

Rotação

Uma mudança começa com algo novo, a transição começa com o término do velho. E a certeza que algo irá terminar, gera as reações de perda, uma resistência à transição e não à mudança em si e muitos nem percebem, que estão agindo dessa forma.

Identifique os momentos corretos de controle do que precisa ser concluído

Desenhar uma forma de conduzir essas relações em âmbito interpessoal e no ambiente da empresa ou escritório, antes, durante e após a implantação de soluções de automação, será determinante para o sucesso e qualidade de utilização do sistema em seu negócio.

Em ocasiões em que você perceber essa hesitação, opte por agir rapidamente, questionando os propósitos e objetivos das inevitáveis mudanças pelas quais o negócio precisa passar. Sem clareza e alinhamento entre consultoria e cliente quanto às expectativas iniciais, sem dúvida, o projeto não atinge o seu objetivo.

Supere os paradigmas,  automação jurídica é possível

Supere os paradigmas, é possível ter sucesso na automação jurídica, sem que exista necessariamente uma perda, é preciso ter em mente que a “zona de conforto” é o principal inimigo do crescimento. Por isso, acredite e mantenha-se firme na criação de novos processos de trabalho suportados pela automação, mesmo que eventualmente exista uma resistência inicial.

Mario Sergio Cortella

Se você tiver alguma dúvida sobre como conduzir melhor esse processo em seu negócio, seguindo esse processo, basta deixar um comentário logo abaixo.

 

Assinatura Alexandre

Botão de cadastro

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *